Conecte-se

VOCÊ CURIOSO

Jovem leiloa virgindade após ser traída pelo namorado

Publicado

em

Muitas pessoas optam, especialmente em decorrência de crenças religiosas, por manter a virgindade até o dia do casamento. A jovem cristã Bailey Gibson era uma dessas mulheres, mas depois de descobrir que estava sendo traída pelo namorado, ela mudou radicalmente de ideia.

Agora, a jovem de 23 anos, resolveu colocar sua virgindade à venda. Ela espera conseguir um bom dinheiro para ter uma vida melhor e, de acordo com uma declaração publicada no jornal Metro, não tem medo dos julgamentos que possa vir a receber.

“Passar pelo Bunny Ranch (site que leiloa virgindades) me permite legalmente fazer sexo por dinheiro. Isso faz de mim uma prostituta? Eu não sei. Se você tirar uma foto uma vez, isso faz de você um fotógrafo?”, questionou ela.

Em sua declaração, a jovem disse também que fazer o que bem entender em relação ao próprio corpo e a atos sexuais não faz de ninguém uma pessoa má ou boa: “Todos nós fazemos escolhas. A minha antes era de esperar, agora é de vender”.

A jovem contou também que cresceu em uma família cristã muito rigorosa. Ela não tinha nem mesmo permissão para assistir televisão ou ouvir músicas que não tivessem cunho religioso. Quando completou 16 anos de idade, foi enviada a um internato para meninas e não tinha permissão para ter qualquer contato com meninos.

Após sua formatura, Gibson acabou conhecendo um garoto igualmente religioso, que concordou com a decisão da jovem de se casar virgem. O problema é que ela acabou descobrindo que o namorado a traiu bem na véspera do Dia dos Namorados.

Apesar da surpresa desagradável, a jovem resolveu fazer terapia de casal com o namorado, e foi durante uma sessão que ele acabou confessando que aquela não tinha sido a primeira pulada de cerca.

Após o término do namoro, Gibson disse ter concluído que esperar o casamento para perder a virgindade era uma decisão errada, e então ela teve a ideia de ganhar dinheiro com a sua primeira vez. Assim que conseguir uma boa oferta, ela terá uma relação sexual com o homem selecionado e ficará com metade do valor pago – a outra metade fica com o Bunny Ranch.

Até agora, a oferta mais alta que recebeu foi cerca de 16 mil dólares por uma noite.

VOCÊ CURIOSO

Quem diria! Paquistão tem sua primeira jornalista transgênero à frente de um telejornal

avatar

Publicado

em

Quem diria, que logo no Paquistão,  um país que não é muito favorável aos direitos da comunidade LGBT: o Código Penal do país foi escrito em 1860, uma época muito mais conservadora do que os dias de hoje. Até hoje, gays, lésbicas, bissexuais e transexuais podem ser punidos com prisão por lá, por isso costumam viver escondidos.

Bom, parece que o jogo virou. No começo de março, o Senado paquistanês aprovou uma lei para garantir o direito à identidade de pessoas transgêneros, isto é, quem se identifica dessa maneira pode ser reconhecida com o gênero que mais se encaixa, sem precisar de um exame médico comprobatório.

Seguindo essa abertura de discurso, o Paquistão registrou sua primeira âncora de um telejornal autodeclarada transgênero: Maavia Malik apresentou um programa no canal privado Kohenoor News. Ainda que seja uma emissora particular, trata-se de um avanço gigantesco em um país com maioria muçulmana (96,3% do total).

Maavia Malik

Maavia Malik à frente do telejornal: repercussão foi positiva

O Paquistão segue os rumos da Índia, seu país vizinho, que também tem avançado na discussão de incluir o terceiro gênero na sociedade. Na Índia, Padmini Prakash foi a primeira mulher transgênero a apresentar um telejornal diário, em 2014. Para os cerca de 500 mil transgêneros do Paquistão, essa é uma vitória a ser comemorada.

“Estou extremamente feliz por esta oportunidade”, declarou Maavia, que até o começo do ano trabalhava como modelo no país. “Minha principal razão para chegar até aqui foi conseguir visibilidade e representação da comunidade transgênero no mainstream”, continuou a jornalista, que já vê a mudança acontecendo em seu país.

Felizmente, a população de lá parece estar aceitando bem a novidade. No Twitter, a maioria dos internautas aprovou a inclusão. Será que essa febre positiva pode se espalhar por outros países ditos mais tolerantes? Vamos torcer!

Maavi Malik

 

Continue lendo
Publicidade

Facebook

TRENDS

MúsicaAtrás

Assista “Entertainer” novo videoclipe de Zayn

Ainda sem divulgar a data de lançamento de seu novo álbum, Zayn pegou os fãs de surpresa e liberou mais...

MúsicaAtrás

Taylor Swift aumenta recorde na parada da Billboard

Taylor Swift acaba de aumentar para 56 músicas, o seu recorde de artista feminina com maior número de entradas no...

MúsicaAtrás

Confira a lista de ganhadores do Billboard Music Awards 2018

A noite do último domingo (20) foi de Billboard Music Awards. A premiação, que ele os melhores da música em...

MúsicaAtrás

Tudo que você precisa saber sobre o Billboard Music Awards 2018

O Billboard Music Awards chegou! Na noite deste domingo, 20, nós, do E! Online Brasil, vamos apreciar os looks das estrelas no tapete vermelho e,...

MúsicaAtrás

Clean Bandit e Demi Lovato estão juntos na música “Solo”. Ouça

Clean Bandit lançou nesta sexta-feira (18) sua música em parceria com Demi Lovato. A faixa, intitulada “Solo”, segue a pegada...

MúsicaAtrás

Vem ouvir “Where Were You in the Morning?”, música nova de Shawn Mendes

Falta apenas uma semana para o #ShawnMendesTheAlbum ser lançado, mas o canadense segue firme na divulgação do seu terceiro disco....

MúsicaAtrás

“Ring The Alarm”: Black Eyed Peas lança música inédita com vocal feminino misterioso

O Black Eyed Peas liberou nesta sexta-feira (18) a inédita “Ring The Alarm, Pt.1, Pt.2, Pt.3”. A faixa trás o...

MúsicaAtrás

“Sangria Wine” é o novo single de Camila Cabello e tem parceria do Pharrel Williams

Uma salada de reggae, pop e ritmo latino, esta é “Sangria Wine”, novo single de Camila Cabello e Pharrel Williams...

Publicidade

Mais Lidos