Seja Big!

Rock In Rio

Confira os horários das apresentações do Rock In Rio 2017

Postado em:

em

Faltam 30 dias para começar o Rock In Rio, e a organização do evento liberou os horários das apresentações, tudo isso pra você não perder nada. Confira:

Sexta-feira, 15 de setembro
Rock District
15h00: Rock Street Band
17h00: George Israel

Rock Street
15h30: Fredy Massamba
17h30: Les Tambours de Brazza
20h00: Tyous Gnaoua

Palco Sunset
15h05: SG lewis
16h30: Céu convida Boogarins
18h00: Fernanda Abreu convida Focus Cia. de Dança & Dream Team do Passinho
20h00: Salve o Samba!

Palco Mundo
19h00: Ivete Sangalo
21h00: Pet Shop Boys
22h30: 5 Seconds of Summer
00h15: Lady Gaga

Eletronica
22h00: Fatnotronic
22h50: Groove Delight
23h40: Gop Tun DJs (Caio T & Nascii)
00h30: Selvagem
01h30: Midland
02h30: The Black Madonna

Sábado, 16 de setembro
Rock Distric
17h30: JAMZ

Palco Sunset
15h05: Homenagem João Donato com Lucy Alves, Emanuelle Araújo, Tiê e Mariana Aydar
16h30: Blitz convida Alice Caymmi e Davi Moraes
18h00: Charles Bradley & His Extraordinaires
20h00: Miguel convida Emicida

Palco Mundo
19h00: Skank
21h00: Shawn Mendes
22h30: Fergie
00h15: Maroon 5

Eletronica
22h00: João Brasil
23h00: The Gaslamp Killer
00h00: ZZ’s (Zeh Pretim & Zedoroque)
01h45? Grandmaster Flash
02h45? DJ Marky B2B DJ Mau Mau

Domingo, 17 de setembro
Rock District
17h30: The Silva’s

Palco Sunset
15h05: HMB & Virgul & Carlão
16h30: Johnny Hooker convida Liniker e Almério
18h00: Maria Rita convida Melody Gardot
20h00: Nile Rodgers & Chic

Palco Mundo
19h00: Frejat
21h00: Walk the Moon
22h30: Alicia Keys
00h15: Justin Timberlake

Eletronica
22h00: Flow & Zeo
23h00: Chemical  Surf
00h00: Renato Ratier
01h00: Andhim
02h00: Luciano

Quinta-feira, 21 de setembro
Rock District
16h00: Tudo Pelos Ares
20h00: Rodrigo Santos

Rock Street
15h30: Ba Cissoko
17h30: Alfred et Bernard
20h00: Mamani Keita

Palco Sunset
15h05: Ana Cañas convida Hyldon
16h30: The Pretty Reckless
18h00: The Kills
20h00: Alice Cooper convida Arthur Brown

Palco Mundo
19h00: Scalene
21h00: Fall Out Boy
22h30: Def Leppard
00h15: Aerosmith

Eletronica
23h00: Leo Janeiro
23h55: Mumbaata
00h40: Ney Faustini
01h40: Nightmares on Wax
02h45: Rob Garza

Sexta-feira, 22 de setembro
Rock District
16h00: Memora
17h30: Evandro Mesquista & The Fabulous Tab

Palco Sunset
15h05: Sinara convida Mateus Aleluia
16h30: Baiana System convida Titica
18h00: O Grande Encontro convida Banda de Pífanos Zé do Estado e o Grupo Grial de Dança
20h00: Ney Matogrosso & Nação Zumbi

Palco Mundo:
19h00: Jota Quest
21h00: Alter Bridge
22h30: Tears For Fears
00h15: Bon Jovi

Eletronica
22h00: IAO
22h50: MANIMAL
23h40: Tessyto
00h40: L_cio
01h40: Paranoid London
02h30: Maya Jane Coles

Sábado, 23 de setembro
Rock District
17h30: Dinho Ouro Preto
20h00: Kisser Clan

Palco Sunset
15h05: Quabales convida Margareth Menezes
16h30: Cidade Negra convida Digitaldubs & Maestro Spok
18h00: Bomba Estéreo convida Karol Conka
20h00: CeeLo Green convida IZA

Palco Mundo
19h00: Titãs
21h00: Incubus
22h30: The Who
00h15: Guns N’ Roses

Eletronica
22h00 Ely Yabu + Rodrigo Sha
23h00: Nytron
00h00: Bruno Martini
01h00: Illusionize
02h00: Erick Morilo

Domingo, 24 de setembro
Rock District
17h30: Flausino & Sideral cantam Cazuza

Palco Sunset
15h05: Ego Kill Talent
16h30: Doctor Pheabes & Supla
18h00: Republica
20h00: Sepultura

Palco Mundo
19h00: Capital Inicial
21h00: The Offspring
22h30: Thirty Seconds to Mars
00h15: Red Hot Chili Peppers

Eletronica
22h00: Zerb
23h00: Bruno Furlan
00h00: Cat Dealers
01h00: Gabriel Boni
02h00: Robert Owens Live Pa
02h30: Vintage Culture

O QUE ACHOU?

Amante de comunicação, apaixonado por rádio, admirador da sétima arte e em breve casado.

Publicidade
.

O que achou?

Rock In Rio

Guns N’ Roses acerta as contas com o Rock in Rio em show de mais de 3 horas com homenagem a Chris Cornell

Postado em:

em

Esta foi quarta passagem do Guns N’ Roses no Rock in Rio, mas vamos combinar… Para os minimamente exigentes, foi a segunda vez. Após shows sem o baixista Duff McKagan e o guitarrista Slash em 2001 e 2011, finalmente o Rock in Rio viu algo além da “banda do Axl Rose”. Eles tocaram por três horas e 28 minutos.

Pela oitava vez no Brasil, a banda mais querida dos roqueiros brasileiros (sério, o fã-clube de bandanas e tatuagens é imbatível) fez quase o mesmo show da turnê brasileira do ano passado. Para fechar, Axl se despediu do público vestido com um chapéu de cangaceiro.

Slash escorregou na introdução de “Sweet child o’mine”, mas pelo menos foi ele mesmo, não um sósia de Slash contratado por Axl.

O começo é com “It’s so easy”, o fim com “Paradise city”, os solos são mais do que celebrados, a voz de Axl vai e volta… Tudo previsível, mas isso nunca foi sinônimo de ruim, né?

Clássicos do rock clássico como “Patience”, “Sweet child o’ mine” e “November rain” estão lá e eles enchem o final do show de covers. A mais emocionante é “Black Hole Sun”, do Soundgarden, homenagem já feita antes por eles para Chris Cornell (1964-2017).

“É bom ver vocês de novo… vocês gostaram do Who?”, perguntou Axl, antes de “Better”, retirada do disco mais recente. Como sempre, o público usa as quatro músicas de “Chinese Democracy”, de 2008, para recuperar o fôlego. A interação e cantoria da plateia são mínimas nessa, na faixa-título e em “This is Love”.

O QUE ACHOU?
Continue

Rock In Rio

Bon Jovi faz passeio por hits no Rock In Rio

Postado em:

em

Quinta noite de Rock In Rio, que pode ser chamada de desfile de hits dos anos 80 e 90.

O Jota Quest abriu as atrações do Palco Mundo desta sexta(22) e mostrou por que é um dos principais nomes do rock nacional.

Em um show empolgante, talvez um dos mais eletrizantes até aqui, embalou o público que começava a se aglomerar na frente do principal palco do festival. Com hits dos anos 90, e coincidentemente na mesma noite de lançamento de seu primeiro trabalho acústico, o Jota Quest colocou todos pra pular, cantar, gritar, e tudo mais, mas o que ficou mesmo em evidencia foi o protesto político feito pela banda em vários momentos do show.

O segundo show, foi do Alter Bridge. Nascidos do Creed, todos exceto o vocalista são originários da finada banda. Sem muitos hits no Brasil, mas com vontade de mostrar serviço, a banda ganhou o público, que em alguns momentos gritava o nome do grupo tão alto que abafava a música. Agora uma certeza o norte-americanos deixaram neste Rock In Rio: Nada sobrou do Creed. O som que se viu foi bem distinto do que se esperava. Podemos afirmar que o carma de serem comparados ao Creed se foi!

A terceira atração da noite foi o Tears For Fears. Os sintetizadores dos ingleses tomaram conta do público de mais de 100 mil pessoas. Com hits, baladas, pop rock, new wave, tantas variações do rock em um único show, mostrou por que são uma das bandas mais respeitadas!

Não faltou quem cantasse em alto e bom tom hits como “Break it down again”. Ainda tivemos cover de Adele e Radiohead.

A noite fechou com chave de ouro ao som do Bon Jovi. De volta ao Rock In Rio, agora mais completo, a banda mostrava mais entrosamento que no show de 2013. E desta vez não teve charme ou beijo, o Bon Jovi foi direto ao ponto, e mostrou uma excelente sequência de hits hard rock, aliás, poucas bandas tem tantos tão bons! O público respondeu, e cantou, cantou, e cantou. Jon também, tanto que após mais de duas horas de show faltou voz.
Foi a platéia mais cheia para ver um headliner na edição deste ano até agora.

O QUE ACHOU?
Continue

MAIS LIDAS!

ÚLTIMAS!

Publicidade